sábado, 25 de outubro de 2008

Fazer amor requer arte inconsciente.
Fazer amor transcende o feio e o bonito.
Fazer amor requer a alma despida.
Fazer amor transcende a sexualidade.
Fazer amor é ignorar todos os conceitos formais da humanidade e se entregar como quem se doa a si mesmo.
Fazer amor não tem vínculo algum com o lado físico dos seres.
Fazer amor é um divindade,divindade que advém do mais nobre dom da vida : a própria vida.
Fazer amor é enlouquecer a anatomia,não importa a forma,o que importa é não importar com coisa nenhuma.
Fazer amor é fazer de inconcebíveis palavrões um lindo poema.
Fazer amor é fazer do corpo um banquete de sonhos e fazer da alma o berço do gozo...

( Desconheço a autoria )

0 comentários:

Postar um comentário

.

“As palavras são a voz do coração. Onde quer que você vá,vá com todo o coração. Por muito longe que o espírito alcance,nunca irá tão longe como o coração.”(Confúcio)

Quem sou eu

Sou uma pessoa de bem com a vida e dificilmente você me verá de mau humor.Tento levar a risca o ditado "não faça aos outros aquilo que você não gostaria que fizessem com você". Procuro me rodear de pessoas alegres e que me olham nos olhos quando eu falo. Acredito que energia positiva atrai energia positiva.

Visitantes Online

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Translate

Acessos

Hora Certa

relojes para web gratis free clock for website

Links externos